Aeroporto Humberto Delgado: Aprovado aumento do número de movimentos e obras obrigam ao encerramento noturno da pista

Aeroporto Humberto Delgado: Aprovado aumento do número de movimentos e obras obrigam ao encerramento noturno da pista

A NAV Portugal informou que foi aprovado o projeto para aumentar a capacidade do aeroporto Humberto Delgado dos atuais 44 até 72 movimentos/hora.

De acordo com a NAV Portugal, a INFANAV - entidade que tem a seu cargo a gestão estratégica do espaço aéreo - aprovou este projeto, preparado pelo Grupo de Trabalho Espaço Aéreo (GTEA), que prevê a reorganização e conciliação da utilização civil e militar do espaço aéreo da região de Lisboa, sendo que a sua aprovação significa estarem reunidas as condições para aumentar gradualmente a capacidade da ATL (Área Terminal de Lisboa) até aos 72 movimentos/hora.
No entender do GTEA, a conjugação dos termos previstos na Carta de Operação entre a Força Aérea e a NAV Portugal, assinada em Junho de 2019, que prevê a cedência de espaço aéreo de Sintra, com os termos já acordados para a futura Carta de Operação a celebrar entre as mesmas entidades mas para a cedência parcial do espaço aéreo de Monte Real, garantirão as condições necessárias para se avançar com o aumento gradual da capacidade do sistema aeroportuário de Lisboa até 72 movimentos/hora. 

Os termos previstos nestes acordos entre a Força Aérea e a NAV preveem a cedência de espaço aéreo de Sintra a partir de abril de 2020 e a cedência parcial do espaço aéreo de Monte Real a partir do Verão IATA 2021. No caso de Sintra, o objetivo visa a viabilização do Point Merge System* já a partir de Abril de 2020. 

Através destes acordos são redefinidos limites verticais e laterais do espaço aéreo sob jurisdição militar, assim como limites verticais da ATL de modo a permitir novos procedimentos para o aeródromo de Cascais.
Ainda conforme a informação da NAV Portugal, estes acordos garantem a execução das missões da Força Aérea necessárias para assegurar a sua prontidão, bem como o aumento da capacidade aeroportuária de Lisboa, oferecendo uma estrutura de espaço aéreo mais eficiente de maneira a permitir uma melhor gestão do tráfego na fase de aproximação a Lisboa e, desta forma, a redução de atrasos e do total de emissões de gases de estufa associadas ao transporte aéreo. 

Também a ANA – Aeroportos de Portugal anunciou que, a partir de Janeiro, se iniciarão obras no aeroporto Humberto Delgado para a criação de duas saídas rápidas da pista visando a “melhoria da eficiência da operação, obtendo maior fluidez na circulação dos aviões, redução dos percursos e das emissões de CO2”. 

Esta intervenção exclusivamente no período noturno, obrigará ao encerramento da pista entre as 23h30 e as 5h30 a partir de 6 de Janeiro e por um período de seis meses.

--
*Point Merge System: Novo sistema de encaminhamento de tráfego que substituirá as esperas em círculo por esperas lineares associadas à extensão da rota a percorrer. O PMS permitirá reestruturar o espaço aéreo e reduzir atrasos através de uma gestão de tráfego de maior antecedência e precisão.

Partilhar