Moçambique terá um novo corredor logístico dentro de três anos e meio

Moçambique terá um novo corredor logístico dentro de três anos e meio

Um novo corredor logístico está prestes a nascer em Moçambique, mais precisamente no centro do país: os trabalhos de construção (avaliados em 3 milhões de euros) estão prestes a arrancar, tendo como grande objectivo o fomento da produção nacional e a criação de um porto preferencial para o Malawi e Zâmbia.

CEF 2019 concede 6,5 milhões para a electrificação da linha ferroviária Vigo-Porto

CEF 2019 concede 6,5 milhões para a electrificação da linha ferroviária Vigo-Porto

A Comissão Europeia anunciou na Sexta-feira passada (dia 27) os 39 projectos selecionados a serem financiados pelo mecanismo comunitário CEF Transport 2019, o mecanismo financeiro da União Europeia para apoiar a infra-estrutura de transporte, que terá um investimento de 117,2 milhões de euros. Espanha conseguiu incluir um total de sete projectos, que receberão um investimento de 25,8 milhões de euros.

Obras do novo terminal da Plataforma Logística do Sudoeste Europeu aprovadas pelo Governo Espanhol

Obras do novo terminal da Plataforma Logística do Sudoeste Europeu aprovadas pelo Governo Espanhol

Para o Ministério do Desenvolvimento de Espanha, a ligação ferroviária à chamada Rede Ferroviária de Interesse Geral e à rede portuguesa permitirá «o transporte de mercadorias pelo corredor do sudoeste europeu, promovendo a libertação deste mercado e a integração de novos operadores ferroviários na Extremadura que aumentam as opções no nível logístico».

Transporte rodoviário com uma quota de 62,5% de toda a tonelagem da carga movimentada em 2018

Transporte rodoviário com uma quota de 62,5% de toda a tonelagem da carga movimentada em 2018

A AMT realizou o relatório ‘Tráfego Marítimo de Mercadorias no Contexto da Intermodalidade’, no qual se propôs a executar o «retrato actual do ecossistema marítimo-portuário, contextualizado pela caracterização dos fluxos de mercadorias movimentadas nos vários modos de transporte, no âmbito do comércio internacional».

Aposta fluvial consolidará Porto de Lisboa «como porto multimodal», considera Ministra do Mar

Aposta fluvial consolidará Porto de Lisboa «como porto multimodal», considera Ministra do Mar

Para a Ministra do Mar a navegabilidade fluvial do Tejo é um «projecto essencial para garantir o desenvolvimento sustentável do Porto de Lisboa». As palavras, proferidas no passado dia 2 de Agosto, aquando da apresentação do estudo liderado por Faustino Gomes, deram enfoque à transferência modal que a APL busca, procurando, com a aposta fluvial, aliviar a pressão rodoviária nos acessos da capital e capitalizar o potencial do Tejo, assim maximizando a fluência logística e empresarial ao longo das suas margens.

Estudo de Navegabilidade do Tejo sugere novo terminal de granéis sólidos em Castanheira do Ribatejo

Estudo de Navegabilidade do Tejo sugere novo terminal de granéis sólidos em Castanheira do Ribatejo

O Estudo de Navegabilidade do Tejo, apresentado na passada Sexta-feira (dia 2 de Agosto), integra a sugestão de construção de um novo terminal de mercadorias ao longo do rio, de modo a potenciar o transporte fluvial de cargas: uma aposta clara do Ministério do Mar. O documento infere que esse hipotético terminal de granéis sólidos teria maior valor estratégico se localizado em Castanheira do Ribatejo.