Porto de Sines encarado como a "peça-chave" da nova relação comercial entre China e Portugal

Porto de Sines encarado como a "peça-chave" da nova relação comercial entre China e Portugal

Realizou-se hoje no ISEG – Instituto Superior de Economia e Gestão, da Universidade de Lisboa, a conferência ‘Objectivos e Ideais Comuns: 40 Anos de Cooperação entre Portugal e China’, que contou com a presença da Ministra do Mar. A iniciativa teve como principal intuito traçar a «retrospectiva da relação entre Portugal e China ao longo das últimas quatro décadas», e perspectivar «novas formas de cooperação» entre as nações.

Carga contentorizada: relação comercial do Porto de Sines com portos chineses cresceu 19,7%;

Carga contentorizada: relação comercial do Porto de Sines com portos chineses cresceu 19,7%;

Por altura da visita do Ministro dos Recursos Naturais da República Popular da China ao Porto de Sines (uma visita que incluiu uma reunião com a administração da APS e com a Ministra do Mar), a APS revelou dados sobre a intensificação da relação comercial entre Portugal e a China: entre 2015 e 2018, a movimentação de mercadorias contentorizadas entre o Porto de Sines e os diversos portos chineses cresceu 19,7%.

Fluxos de carga entre Janeiro e Março: embarques e desembarques apresentaram subidas homólogas

Fluxos de carga entre Janeiro e Março: embarques e desembarques apresentaram subidas homólogas

Os dados da AMT referentes ao período Janeiro-Março de 2019 indicam que, no cômputo dos fluxos de carga verificados nos portos do Continente, «a variação global observada foi positiva quer para os embarques, como para os desembarques, reflectindo acréscimos respectivos de +2,6% e de +3,8%, correspondentes a +226 e a +499 mil toneladas», pode ler-se no relatório disponibilizado pela AMT.

Porto de Sines Voltou a bater em 2019 o seu recorde diário de regaseificação de GNL

Porto de Sines Voltou a bater em 2019 o seu recorde diário de regaseificação de GNL

A informação foi avançada em primeira mão pela empresa londrina S&P Global Platts Analytics: no passado dia 15 de Maio, o Porto de Sines bateu o recorde diário de regaseificação – os dados disponibilizados pela consultora indicaram que o Terminal de GNL do porto alentejano contou 19 milhões de metros cúbicos de regaseificação de gás natural liquefeito nesse preciso dia. Este registo destrona o anteriormente fixado em Janeiro.

Contentores: Setúbal e Leixões fixam «melhores marcas de sempre» e Sines reforça liderança

Contentores: Setúbal e Leixões fixam «melhores marcas de sempre» e Sines reforça liderança

Boas notícias para os portos lusos no que toca à movimentação de carga contentorizada: em termos globais, os portos do Continente movimentaram mais de 755 mil TEU nos primeiros três meses do ano, correspondendo assim este valor a uma «variação homóloga de +12,7% face a igual período de 201», adiantou, através de um comunicado, a AMT. Os destaques vão para os portos de Sines, Setúbal e Leixões.

Portos do Continente movimentaram 22,7 milhões de toneladas entre Janeiro e Março de 2019

Portos do Continente movimentaram 22,7 milhões de toneladas entre Janeiro e Março de 2019

O ano de 2019 arrancou com números positivos para o sistema portuário continental: nos primeiros três meses do ano, os portos comerciais do continente movimentaram quase 22,7 milhões de toneladas, «um valor superior em +3,3% ao registado em igual período de 2018 e correspondente a uma variação global de cerca de +725 mil toneladas», adiantou hoje a AMT.

Expansão do Terminal XXI: "Parceira entre a PSA e o Governo é sólida", vincou fonte da concessionária

Expansão do Terminal XXI: "Parceira entre a PSA e o Governo é sólida", vincou fonte da concessionária

O ‘Jornal Económico’ chegou à fala com fonte oficial da PSA e, em entrevista, aflorou temas sensíveis que dominam, actualmente, as atenções do universo portuário português, como a luta laboral no terminal de contentores do Porto de Sines e a forma como tal circunstância poderá, ou não, afectar o processo de expansão da infra-estrutura. Apesar das reivindicações, a fonte vinca que a paz laboral continua a ser norma no porto alentejano.