Portos do Continente recuam -11,4% nos primeiros 7 meses do ano

Portos do Continente recuam -11,4% nos primeiros 7 meses do ano

Carvão é a principal carga responsável por esta variação negativa, recuando -85,7% no mesmo período. Entre janeiro e julho deste ano, os Portos do Continente movimentaram um total de 46,3 milhões de toneladas, um recuo de - 11,4% face a igual período de 2019; Sines mantém a liderança do movimento global portuário com 49,8% do total, um acréscimo de +1,1 pontos percentuais à do período homólogo de 2019."


Portos do Continente movimentam cerca de 40 milhões de toneladas nos primeiros seis meses do ano

Portos do Continente movimentam cerca de 40 milhões de toneladas nos primeiros seis meses do ano

Os Portos do Continente recuam -11,9% no primeiro semestre de 2020 face a igual período de 2019, movimentando um total de 39,4 milhões de toneladas de carga. Relativamente ao mês de junho isoladamente, confirma-se um ligeiro abrandamento da diminuição da atividade, quando comparado ao mês anterior, recuperando 2,8 pontos percentuais.
Comunicado da AMT - Pandemia provoca queda acentuada na atividade portuária do Continente. Portos movimentam 34,2 milhões de toneladas no período de janeiro a maio

Comunicado da AMT - Pandemia provoca queda acentuada na atividade portuária do Continente. Portos movimentam 34,2 milhões de toneladas no período de janeiro a maio

Situação de calamidade agrava de forma significativa o movimento portuário em maio de 2020. Portos do Continente recuam -9,3% no período janeiro a maio de 2020 face a igual período de 2019. Isoladamente, o mês de maio de 2020 foi inferior em -29% ao mesmo mês de 2019.

Movimento dos portos do continente recua 6,2% em 2019

Movimento dos portos do continente recua 6,2% em 2019

Os portos do Continente registaram em 2019 um volume total de carga de 86,9 milhões de toneladas, uma quebra de -6,2% face ao ano anterior, que reflete, em volume, -5,7 milhões de toneladas. Este desempenho deve-se maioritariamente ao comportamento do porto de Sines e à diminuição do volume de Carga Contentorizada decorrente da quebra registada nas operações de transhipment.

Maioria dos Operadores de Transportes está em incumprimento das obrigações legais de transmissão de informação à AMT

Maioria dos Operadores de Transportes está em incumprimento das obrigações legais de transmissão de informação à AMT

De acordo com comunicado da AMT, relativamwente ao exercício findo em 31 de Dezembro de 2018, dos 107 Operadores Rodoviários de Passageiros registados apenas se encontra inserida no portal SIGGESC a totalidade da informação relativa a 15 operadores, concluindo a AMT que existe um baixo nível de cumprimento das obrigações legais por parte dos Operadores.

Portos do Continente com recuo homólogo de -6,4% no período Janeiro-Outubro

Portos do Continente com recuo homólogo de -6,4% no período Janeiro-Outubro

No conjunto dos primeiros dez meses do ano de 2019, os portos do Continente movimentaram um total de cerca de 72,9 milhões de toneladas de carga, valor inferior em -6,4% face a igual período de 2018, adiantou a Autoridade da Mobilidade e dos Transportes (AMT). Ainda assim, o mês de Outubro deu «sinais de recuperação» face ao mesmo mês de 2018, apresentando um acréscimo de +1,7%.

AMT tem dezenas de procedimentos para analisar

AMT tem dezenas de procedimentos para analisar

Em entrevista ao Jornal de Negócios publicada em 3 de Dezembro passado, o Presidente da AMT - Autoridade da Mobilidade e Transportes, Eng. João Carvalho, declarava que “estimamos que nos sejam presentes dezenas de procedimentos para emissão de parecer prévio”.

O Espaço Ferroviário Único Europeu

O Espaço Ferroviário Único Europeu

A liberalização do transporte ferroviário de passageiros é o culminar de um longo processo legislativo da União Europeia - composto por regulamentos e diretivas, todas transpostas para a ordem jurídica nacional - sobretudo assente na emissão dos diversos “Pacotes Ferroviários”, desde 2001. 

O estado da ferrovia em 2017: AMT publica segundo relatório sobre o Ecossistema Ferroviário Português

O estado da ferrovia em 2017: AMT publica segundo relatório sobre o Ecossistema Ferroviário Português

A Autoridade da Mobilidade e dos Transportes publica o segundo relatório  sobre o “Ecossistema Ferroviário Português”, referente ao ano de 2017.

  • De acordo com os dados obtidos, realça-se o esforço que tem sido feito para tornar o transporte ferroviário nacional mais atrativo, nomeadamente em termos de Direitos dos Passageiros e da qualidade do serviço prestado;
  • A liberalização do direito de acesso à infraestrutura e o recurso a concursos para adjudicação de contratos de serviço público são algumas das medidas adotadas que permitiram aumentar a abertura do mercado ferroviário de passageiros, melhorando a qualidade dos serviços prestados.
Raio-X aos Metropolitanos de Portugal. A Autoridade da Mobilidade e dos Transportes publica o primeiro relatório sobre o “Ecossistema dos Metropolitanos Nacionais”, referente ao período de 2012-2017.

Raio-X aos Metropolitanos de Portugal. A Autoridade da Mobilidade e dos Transportes publica o primeiro relatório sobre o “Ecossistema dos Metropolitanos Nacionais”, referente ao período de 2012-2017.

No presente relatório é feita uma análise à evolução da situação  económica, financeira e social do setor, bem como o volume de investimento realizado no período em análise e o planeado até 2030...


João Carvalho (AMT e IRG-Rail): «O transporte foi, desde sempre, um desígnio civilizacional»

João Carvalho (AMT e IRG-Rail): «O transporte foi, desde sempre, um desígnio civilizacional»

O Teatro Thalia foi o palco, no passado dia 2 de Julho, do inédito evento ‘First European Mobility Workshop in Lisbon’, que teve o condão de juntar vários stakeholders nacionais e internacionais do sector da mobilidade e dos transportes, com a chancela da entidade reguladora portuguesa AMT e do organismo internacional ferroviário IRG-Rail. Uma das intervenções mais impactantes pertenceu a João Carvalho, presidente da AMT e também do IRG-Rail, escolhido para presidir à cerimónia de abertura do evento. A Revista Cargo marcou presença e acompanhou os trabalhos.

AMT divulga relatório final da ação de fiscalização à CP

AMT divulga relatório final da ação de fiscalização à CP

A Autoridade da Mobilidade e dos Transportes realizou uma ação de fiscalização à CP – Comboios de Portugal que teve como objetivo “apurar a situação da prestação do serviço de transporte de passageiros no decurso dos 1.º e 2.º semestre de 2018, em especial no que respeita ao não cumprimento dos horários; à supressão de serviços sem aviso prévio; e não cumprimento dos deveres de informação aos passageiros, previstos no Decreto-Lei n.º 58/2008, de 26 de março”.

AMT instaurou 19 processos por incumprimento de serviço público

AMT instaurou 19 processos por incumprimento de serviço público

A Autoridade da Mobilidade e dos Transportes (AMT) instaurou, no ano passado, 19 processos no setor por incumprimento do serviço público, 17 por inexistência de livro de reclamações e três pela não apresentação de informação, segundo o presidente do organismo.

João Carvalho, que hoje esteve no parlamento, em Lisboa, em audição na comissão de Economia, Inovação e Obras Públicas, adiantou aos deputados que o regulador levou a cabo 34 ações de fiscalização, que resultaram nestes processos, num ano em que a AMT tratou 20 mil reclamações.

AMT publicou o segundo relatório que analisa a fundo o ‘Ecossistema Ferroviário Português 2017’

AMT publicou o segundo relatório que analisa a fundo o ‘Ecossistema Ferroviário Português 2017’

Foi publicado o segundo relatório da AMT referente ao ‘Ecossistema Ferroviário Português’, que se reporta a 2017 – segundo os dados obtidos, é enfatizado o esforço executado com o intuito de transformar o transporte ferroviário num sector mais atractivo, principalmente na qualidade do serviço, com foco na liberalização do direito de acesso à infra-estrutura e o recurso a concursos para adjudicação de contratos de serviço público.