Empresas chinesas interessadas nas potencialidades do Caminho-de-Ferro de Benguela

Empresas chinesas interessadas nas potencialidades do Caminho-de-Ferro de Benguela

De acordo com a agência noticiosa Angop, que citou recentemente as declarações do embaixador Gong Tao (proferidas no Lobito), são vários os empresários chineses interessados em utilizar o Caminho-de-Ferro de Benguela (CFB) para movimentar mercadorias diversas do interior de Angola e dos países vizinhos para os mercados internacionais. Entre as empresas interessadas estão a Sinotrans e a China Harbour Engineering Corporation.

ANGOLA - Plano Diretor Nacional do Setor dos Transportes & Estudo de Viabilidade Preliminar da Ligação Ferroviária entre o Caminho de Ferro de Benguela (CFB) e a Zâmbia

ANGOLA - Plano Diretor Nacional do Setor dos Transportes & Estudo de Viabilidade Preliminar da Ligação Ferroviária entre o Caminho de Ferro de Benguela (CFB) e a Zâmbia

Como em Portugal, um dos setores muito relevante no tempo presente na área dos Transportes é o Ferroviário, conforme pode constatar-se no novo Plano Director Nacional do Sector dos Transportes, sendo relevante os projectos relativos à criação da Empresa Nacional de Infraestruturas Ferroviárias, o processo de reativação do Corredor do Lobito e a Rede Ferroviária Ligeira de Luanda.