NOVO AEROPORTO DE LISBOA: contribuições para o debate

NOVO AEROPORTO DE LISBOA: contribuições para o debate

No sentido de contribuir para a divulgação e debate técnico sobre a problemática do novo Aeroporto de Lisboa, entendeu a ADFERSIT tornar públicos os estudos, projetos e outros documentos que têm vindo a ser apresentados acerca desta temática.
Nesse sentido, encontram disponíveis no nosso site vários documentos a que a ADFERSIT teve acesso e que podem ser consultados

Expansão da capacidade do Aeroporto de Lisboa: acesso eficiente e direto às posições remotas

Expansão da capacidade do Aeroporto de Lisboa: acesso eficiente e direto às posições remotas

Proposta apresentada ao Concurso ANA-Aeroportos.

Para além das limitações das pistas e do controlo de tráfego,fora do âmbito deste documento, as duas principais condicionantes à expansão do aeroporto da Portela são:

  • a insuficiência de posições de estacionamento servidas por pontes de embarque (mangas) e
  • o espaçamento curto entre as atuais mangas, face à dimensão dos aviões de maior capacidade.

De facto, apesar de o aeroporto possuir muitas posições remotas, o acesso em autocarro é incómodo e pouco eficiente, penalizando os tempos de turnaround na placa relativamente ao que acontece noutros aeroportos com um número idêntico de posições de estacionamento.

HUB Aeroportuário ALVERCA+PORTELA: Uma alternativa a considerar. Uma oportunidade a não perder.

HUB Aeroportuário ALVERCA+PORTELA: Uma alternativa a considerar. Uma oportunidade a não perder.

A destruição dos diques de proteção de um mouchão do Tejo que se desenvolve em frente a Alverca, com a consequente salinização dos solos e destruição da sua capacidade agrícola por décadas, permitiu que se retomasse a análise do possível aproveitamento das instalações aeroportuárias e oficinais de Alverca (base aérea e OGMA) para reforço das capacidades aeroportuárias de Lisboa, nomeadamente para fazer face ao esgotamento do aeroporto da Portela – Humberto Delgado.