OE 2021: actividade portuária tem «papel de relevo» no «aumento das exportações»

OE 2021: actividade portuária tem «papel de relevo» no «aumento das exportações»

A proposta de Orçamento de Estado (OE 2021) para 2021 dá destaque, no contexto portuário, à aprovação das bases da concessão de exploração, em regime de serviço público, de um novo terminal de contentores no porto de Sines, incluindo o seu projecto e construção. O documento enfatiza ainda a importância da actividade portuária «no desenvolvimento da economia portuguesa» e no «aumento das exportações».

Porto de Sines terá «papel fundamental» na transição energética e na industrialização do país

Porto de Sines terá «papel fundamental» na transição energética e na industrialização do país

«O Porto de Sines é um excelente exemplo de que o país faz apostas certas e importantes é um excelente exemplo da importância do investimento público para a cooperação e desenvolvimento do país. O Porto de Sines foi uma grande aposta pública que correu bem. É hoje o maior do país e um dos principais da União Europeia», introduziu Pedro Nuno Santos, usando a infra-estrutura como metáfora para o contexto desafiante do presente.

Portos do Continente recuam -11,4% nos primeiros 7 meses do ano

Portos do Continente recuam -11,4% nos primeiros 7 meses do ano

Carvão é a principal carga responsável por esta variação negativa, recuando -85,7% no mesmo período. Entre janeiro e julho deste ano, os Portos do Continente movimentaram um total de 46,3 milhões de toneladas, um recuo de - 11,4% face a igual período de 2019; Sines mantém a liderança do movimento global portuário com 49,8% do total, um acréscimo de +1,1 pontos percentuais à do período homólogo de 2019."


Portos do Continente movimentam cerca de 40 milhões de toneladas nos primeiros seis meses do ano

Portos do Continente movimentam cerca de 40 milhões de toneladas nos primeiros seis meses do ano

Os Portos do Continente recuam -11,9% no primeiro semestre de 2020 face a igual período de 2019, movimentando um total de 39,4 milhões de toneladas de carga. Relativamente ao mês de junho isoladamente, confirma-se um ligeiro abrandamento da diminuição da atividade, quando comparado ao mês anterior, recuperando 2,8 pontos percentuais.
Leixões, Viana do Castelo e Douro com 700 milhões de investimento público na próxima década

Leixões, Viana do Castelo e Douro com 700 milhões de investimento público na próxima década

Entre os projectos de grande nomeada está o novo terminal de cruzeiros no Douro, que custará cerca de 100 milhões de euros, e também reconversão de eclusas e ao alargamento do canal de navegação nos troços Cotas-Valeira e Saião-Pocinho. No Porto de Viana do Castelo sobressai a dragagem do canal de acesso aos estaleiros (contempla um investimento público de 18 milhões de euros) e a extensão do quebra-mar do Porto de Leixões.

Electrificação dos portos lusos é ainda «insuficiente», diz o TdC; Sines é a excepção

Electrificação dos portos lusos é ainda «insuficiente», diz o TdC; Sines é a excepção

Segundo uma auditoria executada pelo TdC à Qualidade do Ar em Portugal (divulgada no passado dia 24), no Douro, Leixões, Viana do Castelo, Lisboa e Algarve «a preparação dos portos portugueses para a alimentação de electricidade, a partir da rede de terra, aos navios atracados é insuficiente». A dita «insuficiência» tem sobretudo em conta que os navios atracados — especialmente os de cruzeiro — são uma grande fonte de poluição atmosférica.

Os Sistemas de Informação no Porto de Sines – da JUP à JUL

Os Sistemas de Informação no Porto de Sines – da JUP à JUL

Em janeiro de 2003 começam a dar-se os primeiros passos com vista à digitalização do Porto de Sines e dos restantes portos nacionais. O projeto da JUP – Janela Única Portuária visava disponibilizar uma plataforma centralizadora harmonizada, funcionando como concentrador (hub) de informação no porto, sendo esta colocada uma só vez e disponibilizada aos interessados.

Comunicado da AMT - Pandemia provoca queda acentuada na atividade portuária do Continente. Portos movimentam 34,2 milhões de toneladas no período de janeiro a maio

Comunicado da AMT - Pandemia provoca queda acentuada na atividade portuária do Continente. Portos movimentam 34,2 milhões de toneladas no período de janeiro a maio

Situação de calamidade agrava de forma significativa o movimento portuário em maio de 2020. Portos do Continente recuam -9,3% no período janeiro a maio de 2020 face a igual período de 2019. Isoladamente, o mês de maio de 2020 foi inferior em -29% ao mesmo mês de 2019.

Concessionária das minas de Moncorvo quer exportar ferro através dos portos de Aveiro e Sines

Concessionária das minas de Moncorvo quer exportar ferro através dos portos de Aveiro e Sines

De acordo com os planos da nova concessionária das minas de Moncorvo, a exportação de ferro que se iniciará este mês de Julho, com contributo vital da ferrovia, não beneficiará apenas o Porto de Leixões – no futuro, também os portos de Sines e de Aveiro poderão entrar na equação, podendo assim, caso a meta se concretize, adicionar novos tráfegos de cargas aos seus portefólios.

Sines: expansão do Terminal XXI e novo terminal elevam exigência ao nível de acessibilidades

Sines: expansão do Terminal XXI e novo terminal elevam exigência ao nível de acessibilidades

Na sequência do anúncio pela Infraestruturas de Portugal do lançamento do concurso público para modernizar e eliminar os constrangimentos na ligação ferroviária entre Sines e a Linha do Sul, Nuno Mascarenhas, presidente da Câmara Municipal de Sines, saudou o desenvolvimento e lembrou que os desafios expansionistas do porto alentejano obrigam a novas exigências em termos de acessos.