Electrificação dos portos lusos é ainda «insuficiente», diz o TdC; Sines é a excepção

Electrificação dos portos lusos é ainda «insuficiente», diz o TdC; Sines é a excepção

Segundo uma auditoria executada pelo TdC à Qualidade do Ar em Portugal (divulgada no passado dia 24), no Douro, Leixões, Viana do Castelo, Lisboa e Algarve «a preparação dos portos portugueses para a alimentação de electricidade, a partir da rede de terra, aos navios atracados é insuficiente». A dita «insuficiência» tem sobretudo em conta que os navios atracados — especialmente os de cruzeiro — são uma grande fonte de poluição atmosférica.

Os Sistemas de Informação no Porto de Sines – da JUP à JUL

Os Sistemas de Informação no Porto de Sines – da JUP à JUL

Em janeiro de 2003 começam a dar-se os primeiros passos com vista à digitalização do Porto de Sines e dos restantes portos nacionais. O projeto da JUP – Janela Única Portuária visava disponibilizar uma plataforma centralizadora harmonizada, funcionando como concentrador (hub) de informação no porto, sendo esta colocada uma só vez e disponibilizada aos interessados.

Comunicado da AMT - Pandemia provoca queda acentuada na atividade portuária do Continente. Portos movimentam 34,2 milhões de toneladas no período de janeiro a maio

Comunicado da AMT - Pandemia provoca queda acentuada na atividade portuária do Continente. Portos movimentam 34,2 milhões de toneladas no período de janeiro a maio

Situação de calamidade agrava de forma significativa o movimento portuário em maio de 2020. Portos do Continente recuam -9,3% no período janeiro a maio de 2020 face a igual período de 2019. Isoladamente, o mês de maio de 2020 foi inferior em -29% ao mesmo mês de 2019.

Concessionária das minas de Moncorvo quer exportar ferro através dos portos de Aveiro e Sines

Concessionária das minas de Moncorvo quer exportar ferro através dos portos de Aveiro e Sines

De acordo com os planos da nova concessionária das minas de Moncorvo, a exportação de ferro que se iniciará este mês de Julho, com contributo vital da ferrovia, não beneficiará apenas o Porto de Leixões – no futuro, também os portos de Sines e de Aveiro poderão entrar na equação, podendo assim, caso a meta se concretize, adicionar novos tráfegos de cargas aos seus portefólios.

Sines: expansão do Terminal XXI e novo terminal elevam exigência ao nível de acessibilidades

Sines: expansão do Terminal XXI e novo terminal elevam exigência ao nível de acessibilidades

Na sequência do anúncio pela Infraestruturas de Portugal do lançamento do concurso público para modernizar e eliminar os constrangimentos na ligação ferroviária entre Sines e a Linha do Sul, Nuno Mascarenhas, presidente da Câmara Municipal de Sines, saudou o desenvolvimento e lembrou que os desafios expansionistas do porto alentejano obrigam a novas exigências em termos de acessos.

«Duplicação da capacidade do ramal ferroviário» será vital no progresso do Porto de Sines

«Duplicação da capacidade do ramal ferroviário» será vital no progresso do Porto de Sines

O investimento na requalificação do ramal ferroviário de Sines vai abrir a porta ao aumento da «capacidade do ramal ferroviário em número de comboios e no comprimento dos comboios», salientou Pedro Nuno Santos, o que conduzirá à «duplicação da capacidade do ramal ferroviário»

Transporte marítimo e aviação entre os alvos dos 5 novos impostos idealizados por Bruxelas

Transporte marítimo e aviação entre os alvos dos 5 novos impostos idealizados por Bruxelas

Dois meses de confinamentos darão origem a 14 anos de busca por novas receitas, capazes de tapar o buraco deixado pela pandemia e pelos planos de contingência aplicados pelos países – neste período, Bruxelas estima que será possível arrecadar 420 mil milhões em novos impostos sobre poluição, consumo de plástico, grandes multinacionais e gigantes tecnológicos. Entre os alvos estão os sectores do transporte marítimo e da aviação.

COMUNICAÇÃO DA COMISSÃO COVID-19: Orientações sobre o restabelecimento progressivo dos serviços de transporte e da conectividade

COMUNICAÇÃO DA COMISSÃO COVID-19: Orientações sobre o restabelecimento progressivo dos serviços de transporte e da conectividade

Uma vez que a situação em termos de saúde pública está a começar a melhorar, é importante que os serviços de transporte e a conectividade sejam progressivamente restabelecidos dentro dos limites ditados pelas condições epidemiológicas, uma vez que desempenham um papel crucial de facilitadores na UE e na economia mundial, bem como na vida quotidiana dos cidadãos da UE.

Pireu alcançou 2019 memorável e, com 5,6 milhões de TEU, já lidera no Mediterrâneo

Pireu alcançou 2019 memorável e, com 5,6 milhões de TEU, já lidera no Mediterrâneo

A Autoridade Portuária do Porto de Pireu divulgou os resultados do desempenho financeiro do ano de 2019 – segundo o CEO da entidade, o ano transacto marcou a melhor temporada de sempre do porto grego em termos de rentabilidade, tornando-se o líder em termos de movimentação de carga contentorizada na região mediterrânica, com 5,6 milhões de TEU manobrados no terminal de contentores.

HMM Algeciras quebra recorde de TEU transportados a caminho do Porto de Roterdão

HMM Algeciras quebra recorde de TEU transportados a caminho do Porto de Roterdão

O maior navio porta-contentores do mundo já navega, tendo zarpado, no passado dia 8 de Maio, do Porto de Yantian, na China, com destino ao Porto de Roterdão – o novo HMM Algeciras, da transportadora marítima sul-coreana, transporta, nesta sua inaugural viagem, um registo recorde de 19.621 TEU, assim ultrapassando o prévio recorde do porta-contentores MSC Gulsun, fixado nos 19.574 TEU em Agosto de 2019.

Governo discutiu infra-estruturas com Câmara Municipal de Sines, IP, APS, AICEP e PSA Sines

Governo discutiu infra-estruturas com Câmara Municipal de Sines, IP, APS, AICEP e PSA Sines

A reunião do presidente da Câmara Municipal de Sines com os membros do Governo contou com a presença de três secretários de Estado: Eurico Brilhante Dias (Internacionalização); Alberto Souto de Miranda (Adjunto e das Comunicações, que tutela o sistema portuário); e Jorge Delgado (pasta das Infra-estruturas). A reunião teve ainda a presença do vice-presidente das Infra-estruturas de Portugal (IP), dos presidentes da Administração do Porto de Sines (APS) e da AICEP Global Parques (gestora da Zona Industrial e Logística de Sines), José Luís Cacho e Filipe Costa, respectivamente.