"Aumento Significativo da Capacidade de Transporte"

"Aumento Significativo da Capacidade de Transporte"

Realizou-se dia 15 de julho, o Seminário online “Corredor Internacional Sul – a sua importância estratégica”, onde foi apresentada e debatida a importância deste Corredor na rede ferroviária nacional e na conexão com Espanha, contribuindo assim para o alargamento da área de influência dos portos marítimos de Sines, Setúbal e Lisboa. 

A Importância Estratégica do Corredor Internacional Sul

A Importância Estratégica do Corredor Internacional Sul

A Infraestruturas de Portugal (IP) promove, no dia 15 de julho, a partir das 16h30, um seminário online sobre o "Corredor Internacional Sul – a sua importância estratégica", onde será apresentada e debatida a sua importância na rede ferroviária nacional e a conexão com Espanha, contribuindo assim para o alargamento da área de influência dos portos marítimos de Sines, Setúbal e Lisboa.

Infraestruturas de Portugal e ADIF celebram acordo

Infraestruturas de Portugal e ADIF celebram acordo

A Infraestruturas de Portugal (IP) e a Adif - Administrador de Infraestructuras Ferroviarias assinaram um acordo de cooperação para reforçar as ligações transfronteiriças e as relações colaborativas, de forma a suportar as relações operacionais e de negócios, procurando melhorar a interoperabilidade entre os sistemas ferroviários de Portugal e Espanha.

COMBOIOS DE TRAÇÃO ELÉTRICA NO TROÇO VIANA DO CASTELO - VALENÇA

COMBOIOS DE TRAÇÃO ELÉTRICA NO TROÇO VIANA DO CASTELO - VALENÇA

O dia 25 de abril marcou o início das viagens em comboios de tração elétrica no troço Viana do Castelo - Valença, na Linha do Minho, com a disponibilização deste novo serviço por parte do operador CP – Comboios de Portugal, concluídas que foram as obras de modernização e eletrificação realizadas pela Infraestruturas de Portugal (IP), tendo já sido terminada a fase de testes e de obtenção de certificação.

PNI 2030 foca-se contempla «investimentos disruptivos», explicou António Laranjo

PNI 2030 foca-se contempla «investimentos disruptivos», explicou António Laranjo

Ao contrário do programa ‘Ferrovia 2020’, «que está especialmente vocacionado para o transporte de mercadorias e para as ligações internacionais», o Plano Nacional de Investimentos (PNI 2030) «aposta no segmento de passageiros, designadamente no principal eixo estruturante nacional de Norte a Sul, contemplando investimentos disruptivos», estando a IP «já a iniciar o desenvolvimento dos respectivos projectos», explicou.

Discurso do Ministro das Infraestruturas e Habitação, Pedro Nuno Santos, no encerramento do Portugal Railway Summit 2021

Discurso do Ministro das Infraestruturas e Habitação, Pedro Nuno Santos, no encerramento do Portugal Railway Summit 2021

«Há pouco mais de um ano, quando falei na edição anterior da Portugal Railway Summit, passei boa parte do meu discurso a descrever as dificuldades que a ferrovia enfrentava em Portugal... Os problemas não estão todos resolvidos, mas hoje posso vir aqui dizer-vos que temos as obras em todos os principais corredores ferroviários do país já no terreno ou em concurso e que conseguimos recuperar material circulante suficiente para reduzir as supressões ao mínimo, sobrando apenas aqueles casos imprevistos que é impossível evitar.»

Ferrovia 2020: 69% do investimento em marcha

Ferrovia 2020: 69% do investimento em marcha

€1,46 mil milhões estão alocados à fase de obra ou concluídos, os restantes 31% estão em fase de projeto. 
As obras nas infraestruturas ferroviárias em Portugal que estão em curso ou que vão ser lançadas não estão, para já, a sofrer perturbações significativas por causa da emergência sanitária causada pela pandemia de covid-19.