Transporte marítimo e aviação entre os alvos dos 5 novos impostos idealizados por Bruxelas

Transporte marítimo e aviação entre os alvos dos 5 novos impostos idealizados por Bruxelas

Dois meses de confinamentos darão origem a 14 anos de busca por novas receitas, capazes de tapar o buraco deixado pela pandemia e pelos planos de contingência aplicados pelos países – neste período, Bruxelas estima que será possível arrecadar 420 mil milhões em novos impostos sobre poluição, consumo de plástico, grandes multinacionais e gigantes tecnológicos. Entre os alvos estão os sectores do transporte marítimo e da aviação.

União Europeia aprovou medidas de apoio aos sectores do transporte aéreo e ferroviário

União Europeia aprovou medidas de apoio aos sectores do transporte aéreo e ferroviário

O Conselho da União Europeia aprovou as duas medidas pendentes que integram o pacote de ajuda ao transporte apresentado pela Comissão Europeia no passado dia 29 de Abril. Ambas as medidas entrarão em vigor no dia seguinte ao da sua publicação no Jornal Oficial da União Europeia, prevista para o dia 27 de Maio.

COMUNICAÇÃO DA COMISSÃO COVID-19: Orientações sobre o restabelecimento progressivo dos serviços de transporte e da conectividade

COMUNICAÇÃO DA COMISSÃO COVID-19: Orientações sobre o restabelecimento progressivo dos serviços de transporte e da conectividade

Uma vez que a situação em termos de saúde pública está a começar a melhorar, é importante que os serviços de transporte e a conectividade sejam progressivamente restabelecidos dentro dos limites ditados pelas condições epidemiológicas, uma vez que desempenham um papel crucial de facilitadores na UE e na economia mundial, bem como na vida quotidiana dos cidadãos da UE.

Reguladores Ferroviários Europeus formulam um conjunto de medidas de apoio para a recuperação do setor - COVID-19

Reguladores Ferroviários Europeus formulam um conjunto de medidas de apoio para a recuperação do setor - COVID-19

A primeira Assembleia Plenária do IRG-RAIL- Grupo Europeu de Reguladores Independentes (IRG-Rail) de 2020, realizada nos passados dias 18 e 19 de maio, contou com a presença de 27 representantes dos Estados membros, e teve como objetivo definir um conjunto de medidas para ajudar na recuperação do setor ferroviário provocada pelo surto de COVID-19.

Auto-estradas ferroviárias deixaram de transportar viaturas e peças; 90% do tráfego é hortícola

Auto-estradas ferroviárias deixaram de transportar viaturas e peças; 90% do tráfego é hortícola

As auto-estradas ferroviárias ultrapassam actualmente uma verdadeira revolução no que toca à tipologia dos seus tráfegos durante a crise pandémica.

Metade do volume de actividade desapareceu, especialmente no que se refere ao transporte de viaturas e inerentes componentes, um tipo de carga fortemente associado ao transporte ferroviário. Roupa, artigos desportivos e móveis também desceram abruptamente.

Governo alemão prepara resgate de 7 mil milhões de euros para salvar a Deutsche Bahn

Governo alemão prepara resgate de 7 mil milhões de euros para salvar a Deutsche Bahn

O governo federal alemão e a Deutsche Bahn estão a preparar um pacote de apoio financeiro de 7 mil milhões de euros, destinado a salvar a companhia estatal criada em 1994. De acordo com as mais recentes projecções, a Deutsche Bahn espera perder entre 11 e 13,5 mil milhões de euros de receitas nos próximos quatro anos, devido à crise provocada pelo novo coronavírus.

COVID-19: Luís Simões geriu a logística de mais de 25 mil toneladas diárias de bens essenciais

COVID-19: Luís Simões geriu a logística de mais de 25 mil toneladas diárias de bens essenciais

A Luís Simões anunciou a implementação de um completo plano de acção para dar continuidade à sua actividade de forma segura e eficaz durante a crise do Coronavírus. Não obstante a «natural e relevante quebra» na actividade, o grupo explanou a sua «estratégia coordenada entre Portugal e Espanha», desenhada para «fazer frente às novas exigências da procura» e garantir a protecção dos colaboradores e a excelência do serviço.


O Pós COVID-19 no Transporte Público de Passageiros – uma visão muito na primeira pessoa

O Pós COVID-19 no Transporte Público de Passageiros – uma visão muito na primeira pessoa

Vivemos um dos momentos em que a sabedoria popular e o bom senso, os decisores políticos e a competência técnica, vão ter de andar de mãos dadas para descobrir as soluções que melhor se adaptam aos desafios que vão surgindo. Reagindo à solicitação de dar a minha perspetiva sobre o impacto do COVID-19 nos sistemas de transporte público de passageiros, em vez de um texto técnico, com números e análises sobre eles identificando tendências e suas possíveis consequências, optei por arrumar um conjunto de reflexões comuns, mas que nesta circunstância me parecem mais apropriadas e sinceras. Este é um artigo totalmente na primeira pessoa.

CER e Unife pedem que ferrovia seja considerada decisiva na recuperação económica europeia

CER e Unife pedem que ferrovia seja considerada decisiva na recuperação económica europeia

As associações europeias CER e Unife, que representam operadores ferroviários, gestores de infra-estrutura e o sector de abastecimento ferroviário, enviaram uma carta ao vice-presidente da Comissão Europeia, o holandês Frans Timmermans, à comissária dos Transportes, a romena Adina Valean, à comissária de Coesão e Reformas, a portuguesa Elisa Ferreira, e aos ministros dos transportes da UE, solicitando que o próximo orçamento comunitário considere o transporte ferroviário como elemento decisivo para a recuperação da Europa no período pós-COVID-19.

A MOBILIDADE URBANA NO DIA DEPOIS

A MOBILIDADE URBANA NO DIA DEPOIS

A pandemia que agora assola o mundo tem originado um sem número de reflexões sobre como será o dia depois. Desde propostas que pugnam por alterações drásticas nos modos de vida (ainda impensáveis há apenas escassos meses), até elucubrações fantasiosas sobre um novo mundo, em que os contactos pessoais seriam limitados, com restrições que só têm paralelo com o que vivemos em período de confinação.