Lançamento de empreitada no Corredor Internacional do Sul

Lançamento de empreitada no Corredor Internacional do Sul

Foi publicado em Diário da República o Concurso Público Internacional para a realização da empreitada de Via e Catenária entre Évora e Elvas/Fronteira, e de construção do subtroço entre Évora e Évora Norte, na nova Linha de Évora, que integrará o futuro Corredor Internacional Sul, atualmente em desenvolvimento no âmbito do Programa Ferrovia2020. 

Carta dirigida à Comissária Europeia dos Transportes

Carta dirigida à Comissária Europeia dos Transportes

A ADFERSIT congratula se com a iniciativa e considera de grande pertinência a carta dirigida, por um grupo de Empresários, Professores Universitários e Técnicos, à Comissária Europeia dos Transportes Adina Valean, acerca do “Risco de isolamento da economia portuguesa - pedido de informação sobre a componente ferroviária das TEN-T em Portugal”, pelo que se associa à sua divulgação, publicando-a no seu SITE como Artigo de Opinião.

Reabertura da Linha do Douro-Salamanca potenciaria competitividade internacional da ferrovia

Reabertura da Linha do Douro-Salamanca potenciaria competitividade internacional da ferrovia

Trata-se de «uma linha com um potencial bastante significativo e que seria um projecto interessante. Do pouco que sabemos, em termos de mercadorias, não tem volume suficiente para justificar o investimento. Com a política ibérica e europeia de retirar carga da rodovia para a ferrovia, com esta linha poderíamos potenciar bastante a competitividade da ferrovia para Espanha e sobretudo para as Astúrias», disse Carlos Vasconcelos.

A PERTINÊNCIA DO PLANO FERROVIÁRIO NACIONAL

A PERTINÊNCIA DO PLANO FERROVIÁRIO NACIONAL

O Conselho Superior de Obras Publicas acaba de produzir o Parecer, requerido por despacho ministerial, sobre os programas de projectos de investimento contidos na proposta global do Plano Nacional de Investimentos – PNI2030 previamente apresentado publicamente na Assembleia da República e que envolve quatro áreas temáticas: (i) Transportes e Mobilidade, (ii) Ambiente; (iii) Energia e (iv) Regadio.

Sines: expansão do Terminal XXI e novo terminal elevam exigência ao nível de acessibilidades

Sines: expansão do Terminal XXI e novo terminal elevam exigência ao nível de acessibilidades

Na sequência do anúncio pela Infraestruturas de Portugal do lançamento do concurso público para modernizar e eliminar os constrangimentos na ligação ferroviária entre Sines e a Linha do Sul, Nuno Mascarenhas, presidente da Câmara Municipal de Sines, saudou o desenvolvimento e lembrou que os desafios expansionistas do porto alentejano obrigam a novas exigências em termos de acessos.

Ferrovia (cada vez mais) longe de ser opção para tráfego de cargas entre a Ibéria e o resto da Europa

Ferrovia (cada vez mais) longe de ser opção para tráfego de cargas entre a Ibéria e o resto da Europa

Ferrovia atrasa-se e primazia continuará a ser do transporte marítimo e rodoviário.
O Tribunal de Contas da União Europeia apresentou na passada Terça-feira (dia 16) um relatório sobre as infra-estruturas de transporte da União Europeia, no qual considera «muito improvável» que a rede básica esteja totalmente operacional em 2030, conforme planeado em 2013. 

«Duplicação da capacidade do ramal ferroviário» será vital no progresso do Porto de Sines

«Duplicação da capacidade do ramal ferroviário» será vital no progresso do Porto de Sines

O investimento na requalificação do ramal ferroviário de Sines vai abrir a porta ao aumento da «capacidade do ramal ferroviário em número de comboios e no comprimento dos comboios», salientou Pedro Nuno Santos, o que conduzirá à «duplicação da capacidade do ramal ferroviário»

Ferrmed considera que «investimentos no Corredor Mediterrâneo são insuficientes»

Ferrmed considera que «investimentos no Corredor Mediterrâneo são insuficientes»

A entidade ferroviária Ferrmed ​​considera que «os investimentos que estão a ser realizados no Corredor Mediterrâneo são insuficientes», deixando um alerta:«se não agirmos rapidamente, reconvertendo os planos previstos nas áreas de maior saturação – como em Barcelona e Valência – o colapso após a introdução da bitola internacional nas linhas actuais será uma realidade num período de dois a quatro anos».

Plataforma Sudoeste Ibérico com «sérias dúvidas» sobre prazos ferroviários anunciados pela tutela

Plataforma Sudoeste Ibérico com «sérias dúvidas» sobre prazos ferroviários anunciados pela tutela

A Plataforma Sudoeste Ibérico em Rede mostrou «sérias dúvidas» de que as acções anunciadas pelo Ministério e pela Adif nas conexões ferroviárias entre Extremadura e Madrid e sua extensão a Lisboa/Sines possam ser alcançadas de acordo com o cronograma e datas anunciadas.

O maior túnel rodo-ferroviário do mundo ligará a Dinamarca à Alemanha em 2029

O maior túnel rodo-ferroviário do mundo ligará a Dinamarca à Alemanha em 2029

O túnel sub-aquático conectará Rødbyhavn, na ilha dinamarquesa de Lolland (ligada ao resto do país por outros túneis), à ilha alemã de Fehmarn (ligada ao continente por uma ponte). Será edificado sob o Ferhmarnbelt, um estreito no mar do Báltico. Com 18 quilómetros, quatro vias para carros e duas para comboios, será o maior túnel com as duas vertentes – rodoviária e ferroviária – quando estiver finalizado, no ano de 2029.