Armadores valencianos pedem célere construção do Corredor do Mediterrâneo

Armadores valencianos pedem célere construção do Corredor do Mediterrâneo

O porto de Valência pretende permanecer na liderança da movimentação de contentores em Espanha e no Mediterrâneo, depois de, em 2018, ter superado a fasquia dos 5 milhões de TEU. Para tal, a associação Asociación Ravinara Valenciana (ANV) instou o Governo espanhol a acelerar projectos como a construção do acesso norte e do Corredor do Mediterrâneo, sem esquecer a melhoria da ligação ferroviária entre Sagunto e Saragoça.

AMT divulga relatório final da ação de fiscalização à CP

AMT divulga relatório final da ação de fiscalização à CP

A Autoridade da Mobilidade e dos Transportes realizou uma ação de fiscalização à CP – Comboios de Portugal que teve como objetivo “apurar a situação da prestação do serviço de transporte de passageiros no decurso dos 1.º e 2.º semestre de 2018, em especial no que respeita ao não cumprimento dos horários; à supressão de serviços sem aviso prévio; e não cumprimento dos deveres de informação aos passageiros, previstos no Decreto-Lei n.º 58/2008, de 26 de março”.

Boston Consulting alerta: países devem «tomar medidas para reverter declínios» na ferrovia

Boston Consulting alerta: países devem «tomar medidas para reverter declínios» na ferrovia

No seu ranking europeu, a Boston Consulting colocou Portugal no fundo da tabela em termos ferroviários, apenas à frente de dois países: Roménia e Bulgária. Com uma pontuação de 1,5, a ferrovia lusa ficou muito aquém da média europeia, que se fixou nos 4,8.

Instando os países do fundo da tabela a investir em suas infra-estruturas ferroviárias, o relatório da consultora americana vem reforçar os conselhos deixados pela Comissão Europeia (no seu recente relatório semestral) à ferrovia portuguesa.

IP diz ser «reconhecida a necessidade de investimento na melhoria do sistema ferroviário»

IP diz ser «reconhecida a necessidade de investimento na melhoria do sistema ferroviário»

Contactada pelo jornal ‘Público’, a Infraestruturas de Portugal (IP) reagiu às conclusões e avaliações do mais recente relatório anual da consultora Boston Consulting – recorde-se que Portugal recebeu uma pontuação de 1,5 em termos de performance ferroviária, bem abaixo da média europeia de 4,8. O organismo vincou que a resposta aos problemas identificados reside no programa ‘Ferrovia 2020’.

Sem recuos: Governo escolheu ‘Corredor 2’ para troço ferroviário Sines-Caia

Sem recuos: Governo escolheu ‘Corredor 2’ para troço ferroviário Sines-Caia

O ‘Corredor 2’ foi o escolhido pelo Executivo para dar corpo ao troço junto a Évora, da futura linha ferroviária Sines-Caia – de acordo com as palavras do Ministro do Planeamento, o projecto vai mesmo avançar e não haverá recuos.

Em declarações prestadas hoje aos deputados da comissão parlamentar de Economia, Inovação e Obras Públicas, Pedro Nuno Santos vincou a intenção de avançar com o projecto, sem mais demoras, de modo a não serem desperdiçados apoios comunitários...