Maior conectividade interna: COSCO vai duplicar a capacidade do terminal ferroviário de Saragoça

Maior conectividade interna: COSCO vai duplicar a capacidade do terminal ferroviário de Saragoça

A chinesa COSCO revelou que continua a encarar com prioridade a estratégia de aprofundamento das actividades de logística no interior de Espanha, a fim de adensar a conectividade dos seus terminais portuários com o resto da Península Ibérica. No epicentro do plano da COSCO está o terminal ferroviário de Saragoça.


Decreto-lei da "Janela Única Logística": Portugal torna-se «um dos mais avançados em matéria de digitalização», diz a DGRM

Decreto-lei da "Janela Única Logística": Portugal torna-se «um dos mais avançados em matéria de digitalização», diz a DGRM

Foi publicado o Decreto-lei n.º 158/2019, de 22 de Junho, que estabelece as condições de funcionamento e acesso à JUL e define a respectiva governação, gestão e operação, transpondo para a ordem jurídica interna a Directiva 2010/65/UE, do Parlamento Europeu e do Conselho, de 20 de Outubro de 2010, relativa às formalidades de declaração exigidas aos navios à chegada e ou à partida dos portos dos Estados-Membros.


Mega-camiões já podem circular nas estradas nacionais

Mega-camiões já podem circular nas estradas nacionais

Já se encontra em vigor, desde o passado dia 12 de Outubro, o Decreto-Lei n.º 132/2017, de 11 de Outubro, que aprova a circulação dos veículos de configuração Euro-modular. Estes passam assim a poder transitar nas vias portuguesas, aplicando para o direito interno a Directiva nº. 2015/719, de 29 de Abril, que altera a Directiva n.º 96/53/CE, de 25 de Julho, e aprova um novo regulamento que fixa os pesos e dimensões máximos autorizados para veículos em circulação.


Terminal Intermodal de Campanhã: já começou uma das obras mais importantes no campo da mobilidade e transportes da cidade do Porto

Terminal Intermodal de Campanhã: já começou uma das obras mais importantes no campo da mobilidade e transportes da cidade do Porto

Esta infraestrutura passará a abranger não só os comboios suburbanos e os de longo curso, o Metro e a rede urbana da STCP, como também os autocarros de serviço intermunicipal e regional que passam a dispor de um terminal de última geração, numa zona da cidade de fácil acessibilidade rodoviária.

COFINANCIAMENTO DA UNIÃO EUROPEIA NO TRANSPORTE FERROVIÁRIO

COFINANCIAMENTO DA UNIÃO EUROPEIA NO TRANSPORTE FERROVIÁRIO

-NOTA-
Um Relatório do Tribunal de Contas Europeu, datado de 13 de Junho de 2018, tinha o “preocupante”  título “Rede ferroviária de alta velocidade na Europa: longe de ser realidade, não passa de uma  manta de retalhos ineficaz” (ver link na notícia). Aliás, também em 26 de Junho de 2018, o Caderno de  Economia do EXPRESSO publicava uma notícia sob o título “Tribunal de Contas Europeu diz que falta  de investimento espanhol prejudica ligação ferroviária Évora-Mérida” (ver link na notícia) que se referia a esse mesmo relatório. 
A referida notícia e ainda menos o relatório, não mereceram, na altura, a atenção que a sua  importância justificava. Entende, portanto, a ADFERSIT voltar ao tema.

O Espaço Ferroviário Único Europeu

O Espaço Ferroviário Único Europeu

A liberalização do transporte ferroviário de passageiros é o culminar de um longo processo legislativo da União Europeia - composto por regulamentos e diretivas, todas transpostas para a ordem jurídica nacional - sobretudo assente na emissão dos diversos “Pacotes Ferroviários”, desde 2001. 

Ricardo Serrão Santos é o novo Ministro do Mar – pasta não integrará tutela dos portos

Ricardo Serrão Santos é o novo Ministro do Mar – pasta não integrará tutela dos portos

Ricardo Serrão Santos será o novo líder da pasta do Mar, sucedendo assim a Ana Paula Vitorino – António Costa reuniu-se esta tarde com o presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e revelou o novo elenco ministerial para os próximos quatro anos da legislatura. Os portos, ao contrário da configuração da anterior legislatura,  deixarão o Ministério do Mar e passarão a estar integrados no Ministério das Infra-estruturas, a cargo de Pedro Nuno Santos, que transita do antigo Governo e mantém-se na pasta das Infra-estruturas e Habitação.