CEF 2019 concede 6,5 milhões para a electrificação da linha ferroviária Vigo-Porto

CEF 2019 concede 6,5 milhões para a electrificação da linha ferroviária Vigo-Porto

A Comissão Europeia anunciou na Sexta-feira passada (dia 27) os 39 projectos selecionados a serem financiados pelo mecanismo comunitário CEF Transport 2019, o mecanismo financeiro da União Europeia para apoiar a infra-estrutura de transporte, que terá um investimento de 117,2 milhões de euros. Espanha conseguiu incluir um total de sete projectos, que receberão um investimento de 25,8 milhões de euros.

Melhoria das acessibilidades é o grande trunfo para incrementar competitividade do Porto de Setúbal

Melhoria das acessibilidades é o grande trunfo para incrementar competitividade do Porto de Setúbal

O Porto de Setúbal tem todos os indicadores do seu lado, desde a sua capacidade operacional, passando pela sua localização (e oportunidades logísticas), veia exportadora e conectividade internacional. Mas, para crescer, torna-se essencial dar o passo seguinte, que vem sendo planeado pela APSS ao longo dos últimos anos: a melhoria das acessibilidades, condição imperativa para o salto de crescimento desejado pelo porto e pela região.

Que investimento ferroviário nos próximos anos?

Que investimento ferroviário nos próximos anos?

Vantagens competitivas, escala mínima, conceção e programação dos investimentos

São bem conhecidas de todos as grandes vantagens do transporte ferroviário: a elevada eficiência energética (por virtude do baixo atrito roda-carril), a capacidade de movimentação de cargas pesadas e de grandes fluxos de passageiros, e um nível muito mais elevado de segurança. É também sabido que a eletrificação deste transporte ainda ajuda ao pleno aproveitamento das suas virtualidades. 

Quais as propostas dos partidos para o Setor da Mobilidade e Transportes?

Quais as propostas dos partidos para o Setor da Mobilidade e Transportes?

Aproximando-se as eleições legislativas de 6 de Outubro e estando apresentados os diferentes programas eleitorais, entende a ADFERSIT oportuno dar a conhecer aos Quadros do Setor e outros interessados as diversas propostas sobre a importante questão da MOBILIDADE.
Assim, a ADFERSIT solicitou a todos os partidos atualmente representados na Assembleia da República que se pronunciassem sobre três questões.

FERROVIA: QUE FUTURO?

FERROVIA: QUE FUTURO?

Creio existir actualmente um largo consenso em relação à rede ferroviária nacional: está desajustada às necessidades do País, sendo incapaz de fazer face às exigências da procura existente e potencial.

Resumindo, é um travão ao desenvolvimento da economia portuguesa.
O porquê é conhecido e reconhecido por todos: há décadas que o País não investe na rede. Ressalvando alguns troços, a rede de hoje é quase a mesma e quase nas mesmas condições de há 60 anos. 

Assinado no passado dia 11 de setembro o Pacto Setorial para a Ferrovia integrado nos Cluster de Competitividade e Internacionalização

Assinado no passado dia 11 de setembro o Pacto Setorial para a Ferrovia integrado nos Cluster de Competitividade e Internacionalização

A celebração deste Pacto Setorial reveste-se de grande relevância, pois significa, por um lado, o reconhecimento do papel do Cluster da Ferrovia e das entidades pertencentes à sua cadeia de valor na discussão do futuro da Ferrovia, nomeadamente Empresas, Associações e Universidades do Sistema Nacional de Investigação e Inovação e, por outro, o valor das suas ideias e contribuições aqui expressas e formalizadas.


Ministro das Infra-estruturas revela ambição de «ligar Lisboa e Porto à maior velocidade possível»

Ministro das Infra-estruturas revela ambição de «ligar Lisboa e Porto à maior velocidade possível»

O Ministro das Infra-estruturas e Habitação, Pedro Nuno Santos, concedeu, no passado dia 9 de Setembro, uma entrevista ao programa ‘Tudo é Economia’, da RTP3, e abordou um dos temas quentes da cena política portuguesa: o TGV, que voltou à ordem do dia pela boca de Rui Rio. O reparo do candidato do PSD até mereceu resposta por parte do Primeiro-Ministro, António Costa. Pedro Nuno Santos também não fugiu ao tema.

Foi consignada a empreitada de construção do troço ferroviário Freixo - Alandroal na Linha de Évora

Foi consignada a empreitada de construção do troço ferroviário Freixo - Alandroal na Linha de Évora

A nova Linha de Évora é composta por três troços: Évora Norte/Freixo, Freixo/Alandroal e Alandroal/Linha do Leste. A Linha terá uma extensão total de cerca de 100 quilómetros, 80 dos quais de construção nova em via única Eletrificada (25 kV-50 Hz) sobre plataforma para via dupla, balastrada com carril UIC60 e travessa de betão polivalente (preparada para receber a bitola europeia).

Obras do novo terminal da Plataforma Logística do Sudoeste Europeu aprovadas pelo Governo Espanhol

Obras do novo terminal da Plataforma Logística do Sudoeste Europeu aprovadas pelo Governo Espanhol

Para o Ministério do Desenvolvimento de Espanha, a ligação ferroviária à chamada Rede Ferroviária de Interesse Geral e à rede portuguesa permitirá «o transporte de mercadorias pelo corredor do sudoeste europeu, promovendo a libertação deste mercado e a integração de novos operadores ferroviários na Extremadura que aumentam as opções no nível logístico».

"Platooning"

"Platooning"

A Associação Europeia de Fabricantes de Automóveis (ACEA) solicitou à EU regulamentação para que o "platooning" seja uma realidade antes de 2023.