Ministro do Ambiente: Mobilidade não é apenas problema de investimento, «mas também de comportamentos»

Ministro do Ambiente: Mobilidade não é apenas problema de investimento, «mas também de comportamentos»

A Revista Cargo marcou presença no evento ‘First European Mobility Workshop in Lisbon’, ocorrido no passado dia 2 de Julho, no Teatro Thalia – a sessão, organizada pela AMT e pelo IRG-Rail, contou com o discurso de abertura de João Carvalho (que preside actualmente às duas entidades) e também com a intervenção do Ministro do Ambiente e Transição Energética, João Matos Fernandes.

Secretário de Estado José Mendes: Mobilidade «é crucial para a sociedade e para a economia»

Secretário de Estado José Mendes: Mobilidade «é crucial para a sociedade e para a economia»

José Mendes, Secretário de Estado Adjunto e da Mobilidade foi outra das figuras de destaque a marcar presença no evento organizado pela AMT e pelo IRG-Rail, no passado dia 2 de Julho. O inédito evento ‘First European Mobility Workshop in Lisbon’, subjugado ao tema ‘Moving towards a sustainable mobility – Building a smart environment and user-friendly integrated mobility system’, contou com a cobertura da Revista Cargo.

João Carvalho (AMT e IRG-Rail): «O transporte foi, desde sempre, um desígnio civilizacional»

João Carvalho (AMT e IRG-Rail): «O transporte foi, desde sempre, um desígnio civilizacional»

O Teatro Thalia foi o palco, no passado dia 2 de Julho, do inédito evento ‘First European Mobility Workshop in Lisbon’, que teve o condão de juntar vários stakeholders nacionais e internacionais do sector da mobilidade e dos transportes, com a chancela da entidade reguladora portuguesa AMT e do organismo internacional ferroviário IRG-Rail. Uma das intervenções mais impactantes pertenceu a João Carvalho, presidente da AMT e também do IRG-Rail, escolhido para presidir à cerimónia de abertura do evento. A Revista Cargo marcou presença e acompanhou os trabalhos.

O público dos transportes

O público dos transportes

Os novos preços dos passes são mais apetecíveis do que nunca, mas os números mostram que Portugal é dos Países Europeus que mais prefere a privacidade do carro. Não usamos transportes públicos porque não queremos ou porque não os temos em condições?

Greves tiram 800 mil euros aos portos de Lisboa e Setúbal

Greves tiram 800 mil euros aos portos de Lisboa e Setúbal

No quarto trimestre de 2018, rendas pagas às administrações portuárias pelas concessões registaram quebras de 18% em Lisboa e 10% em Setúbal

As receitas das administrações portuárias decorrentes das rendas das concessões nos portos de Lisboa e Setúbal registaram, no quarto trimestre de 2018, “em conjunto, uma redução de cerca de 800 mil euros face ao período homólogo anterior”, de acordo com o último Boletim Trimestral de Concessões da UTAP - Unidade Técnica de Acompanhamento de Projectos, divulgado esta semana.